A seca dos rios segue mudando a paisagem na Amazônia. Em Manaus, bancos de areia se multiplicam pelo Rio Negro. E com a estiagem, os trechos ficam ainda maiores. Nas escolas não é diferente. A dificuldade de acesso dos estudantes resulta em menos alunos em sala de aula. Como os barcos que deveriam buscá-los não conseguem mais navegar nos rios, eles são obrigados a caminhar diariamente 3 km da comunidade até a escola.

Esse é o desafio para os estudantes de Nossa Senhora do Livramento, na zona rural da capital.
O estudante Diogo Silva, 13 anos, diz que chega “cansado e suado” à escola. “Preciso pegar fôlego, muito cansativo”, disse.

O esforço diário também é compartilhado com os professores. “É uma dificuldade a mais, na verdade, não só para eles, até para nós [professores]. Como deu para ver, caminhamos um percurso longo e difícil”, reclama o professor Marcílio Colares.

Leia a materia completa…AQUI!

Fonte: G1. Disponível em: <http://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2015/10/seca-em-rios-do-am-aumenta-viagem-e-cansaco-de-estudantes-do-interior.html>. Acessado em: 27 de outubro de 2015.

Deixe uma comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *