Várias metrópoles e regiões do nordeste da China registravam nesta segunda-feira (9) picos alarmantes de poluição atmosférica, com uma densidade de partículas nocivas que em alguns lugares era 50 vezes superior ao nível máximo recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Em Shenyang e Changchun, respectivas capitais das províncias de Liaoning e Jilin, uma espessa neblina poluente de cor acinzentada dificultava a visão, mergulhando cidades inteiras na escuridão quase total, segundo imagens difundidas pelas tv locais.

A densidade de partículas de 2,5 microns de diâmetro (PM 2,5) alcançou nesta segunda os 860 microgramas por metro cúbico em Changchun. Chegou a 1.157 microgramas/m3 em Shenyang no domingo, segundo estatísticas dos governos locais.

Leia a matéria completa…AQUI!

Fonte: G1. Disponível em: <http://g1.globo.com/natureza/noticia/2015/11/nova-onda-de-poluicao-extrema-atinge-nordeste-da-china.html>. Acessado em 09 de novembro de 2015.

Deixe uma comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *