Os industriais brasileiros passaram a se preocupar mais com as mudanças climáticas e os possíveis impactos no meio ambiente no clima dos negócios.

De acordo com um levantamento divulgado nesta quinta-feira (2), pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), 75% dos executivos afirmaram que a atenção dada pelo setor aos efeitos das mudanças climáticas aumentou ao longo dos últimos cinco anos.

A pesquisa revela que o maior aumento de preocupação partiu das grandes empresas (76%). O principal motivo citado para a maior atenção ao meio ambiente foi a maior conscientização, citada por 46,7% dos executivos entrevistados.

Também foram as grandes empresas que demostraram maior consideração com os potenciais efeitos das mudanças climáticas no ambiente de negócios (68%). Entre os médios empresários, 54% disseram que o aquecimento global afeta o desempenho da indústria.

Quando questionados se a empresa já tinha adotado alguma medida que tenha reduzido a redução das emissões de poluentes no meio ambiente, 74% dos grandes executivos afirmaram que sim, contra 58% dos médios.

Os entrevistados demonstraram ainda que o principal desafio para implementar práticas sustentáveis no ambiente de trabalho é a falta de incentivos governamentais (56%), seguido do aumentou de custos (39%) e da legislação inadequada (25%).

Para compor o estudo, a CNI ouviu cem executivos de 15 setores da indústria nacional (Automotivo, Cal, Cimento, Construção Civil, Mineração, Papel e Celulose, Petróleo e Gás, Químico, Têxtil, Vidro, Alumínio, Carvão Mineral, Energia, Siderurgia e Sucroalcooleiro).

Fonte: R7 Notícias. Disponível em: <http://noticias.r7.com/economia/maioria-das-industrias-passou-a-se-preocupar-mais-com-o-meio-ambiente-03092015> Acessado em 03/09/2015

Deixe uma comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *