A Justiça Federal concedeu uma decisão liminar que suspende a construção de duas Pequenas Centrais de Hidrelétricas (PCH) no Rio Pardo, em Águas de Santa Bárbara (SP) e Iaras (SP). O promotor público que fez o pedido de suspensão alega falta de amplo estudo sobre os impactos ambientais ao longo da bacia hidrográfica. Ambientalistas afirmam que a instalação das centrais podem comprometer o rio e prejudicar quem depende dele.

As empresas responsáveis pela obra foram procuradas pela TV TEM através de números de telefones fornecidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Porém, ninguém foi encontrado para responder sobre o assunto.

O Grupo de Atuação Especial do Meio Ambiente (Gaema), que representa o Ministério Público Estadual (MPE), entrou com ação na Justiça após denúncias da Organização Não Governamental (ONG) Rio Pardo Vivo, explica o promotor Sergio Campanharo.

Leia a matéria completa… AQUI!

Fonte: G1. Disponível em: <http://g1.globo.com/sao-paulo/itapetininga-regiao/noticia/2015/08/justica-suspende-construcao-de-2-centrais-hidreletricas-no-rio-pardo.html> Acessado em 18 de agosto de 2015.

Deixe uma comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *