O IAB é um documento relacionado ao licenciamento de empreendimentos de Classe I, II, III e IV dentro do município de Belo Horizonte/Minas Gerais. É um procedimento simplificado e que é exigido apenas em empresas de pequeno porte ou pequeno potencial poluidor.

As informações ambientais básicas (do documento) se direcionam principalmente sobre o uso de água, energia, matérias-primas e insumos utilizados na produção e, os descartes (resíduos sólidos, efluentes, rejeitos…); a caracterização dos impactos ambientais e suas respectivas medidas mitigadoras.

Para compor as informações, exige-se um croqui básico da área de produção do empreendimento, fotografias e fluxogramas. O documento é acompanhado por uma Anotação de Responsabilidade Técnica do profissional que realizou o preenchimento do documento. Quanto aos profissionais aptos ao preenchimento do documento, são aqueles que estão concentrados na área ambiental (Biólogos, Gestores ambientais, Engenheiros ambientais).

É importante o empreendedor está ciente na contratação de um boa equipe de profissionais pra a realização do trabalho. Pois o IAB não é um simples formulário. A partir das informações obtidas no IAB é necessário que os consultores ambientais passem para o empreendedor todas as medidas a serem implementadas na organização. Geralmente as maiores mudanças ocorrem na área de produção. Essas alterações se dão pelo fato de se obter melhores resultados na diminuição de uso de matérias primas e na geração de resíduos e efluentes. Com a mudança de hábitos, gestão ambiental eficiente, a busca por alternativas e técnicas de produção mais limpa podem trazer boas economias, além do atendimento da legislação ambiental e praticar o desenvolvimento sustentável. Com essas mudanças os resultados costumam vir a médio e longo prazo.

Atualmente as organizações não devem deixar de lado os processos de melhoria contínua, não devem esperar por uma solicitação ou determinação de órgãos competentes para melhorar suas atividades internas. Esse trabalho deve ser contínuo. Mesmo porque os processos de produção evoluem conforme a necessidade de demanda do mercado. Observa-se que os clientes estão mais exigentes e preferindo por produtos ecologicamente mais eficientes. Por exemplo, embalagens retornáveis, produtos que agridem menos o meio ambiente. Todas essas mudanças são bem aceitas no mercado e podem ser usadas no marketing ambiental da empresa.

Clique aqui e baixe o texto em PDF: INFORMAÇÕES AMBIENTAIS BÁSICAS.

Escrito por: Licenciar Consultoria Ambiental Ltda, outubro de 2015.

Deixe uma comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *