Documentos passarão a ser cobrados a partir de outubro. Segundo o Minaspetro, o maior problema é a morosidade das secretarias de Meio Ambiente das prefeituras e do estado, além do Corpo de Bombeiros, responsáveis pela documentação em questão.

A partir de 19 de outubro, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) vai começar a cobrar dos postos de gasolina em todo o país a licença de operação emitida pelo órgão ambiental responsável e o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). Em Minas Gerais, segundo estimativa de 2014 da Fecombustíveis, 15% dos 4.420 estabelecimentos mineiros não possuíam o AVCB e 5% estavam sem licença ambiental, postos que podem ser fechados com o início da nova regulamentação. Na capital, a Prefeitura de BH informa que essa licença e o AVCB já são pré-requisito para liberação do alvará de funcionamento, mas, mesmo assim, 22 postos estão funcionando sem o documento ambiental.

Leia a matéria completa AQUI!

Fonte: Gerais. Disponível em: <http://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2015/08/04/interna_gerais,674998/em-bh-ao-menos-22-postos-de-gasolina-funcionam-sem-licenciamento-ambi.shtml> Acessado em 04 de julho de 2015.

Deixe uma comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *