Contingência limita atividades ao ar livre nas escolas.
Poluição causa problemas respiratórios e cardiovasculares.

As autoridades mexicanas ativaram nesta segunda-feira (14) a contingência ambiental na Cidade do México devido ao elevado nível de ozônio, e aconselharam a população a evitar atividades ao ar livre e o uso de automóveis.

“Se observou um aumento extraordinário da concentração de ozônio”, que às 16h (19h de Brasília) atingiu um nível de 194 pontos no índice de qualidade do ar, informou o governo da Cidade do México.

As autoridades da capital e do vizinho estado do México ativaram “a fase de contingência ambiental atmosférica por ozônio”, diante de um nível de contaminação que pode afetar as vias respiratórias, provocar doenças graves em pessoas com problemas respiratórios e cardiovasculares, e ataques em pessoas asmáticas.

A última vez que se ativou a fase I da contingência ambiental na Cidade do México, onde vivem mais de 20 milhões de pessoas, foi no dia 18 de setembro de 2002, quando o nível de ozônio atingiu 232 pontos.

A contingência prevê limitar ao máximo as atividades ao ar livre nas escolas, e que crianças e adultos com problemas respiratórios permaneçam no interior das instituições de ensino, especialmente entre às 13h e às 19h local.

A medida proíbe a circulação de parte dos automóveis na zona metropolitana, assim como a suspensão das atividades de pavimentação e pintura; redução de trabalhos de limpeza e de certas operações industriais, incluindo a incineração de materiais.

Fonte: G1. Disponível em: <http://g1.globo.com/natureza/noticia/2016/03/cidade-do-mexico-ativa-contingencia-ambiental-por-nivel-de-ozonio.html> Acessado em 16 de março de 2016.

Deixe uma comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *